Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

"Tenho medo do que vai ser quando a gente se aposentar"

Frase de um diretor da empresa que trabalho, e que não vou dizer o nome (dele) porque a gente nunca sabe até quando a pessoa está disposta a encontrar o seu nome numa "googlada", né?! Vai que....

Hoje pela primeira vez, em função da minha nova área, participei de uma reunião da Diretoria dele e dos seus gestores. Final de ano, demonstração dos resultados, conquistas de cada área, desafios do ano que vem, e no meio de algumas anotações não pude resistir e anotar exatamente mais algumas das frases que esse diretor disse.

Assim... Sobre a aposentadoria eu tenho pânico. Pânico porque a minha referência são os meus avós, que não fazem absolutamente nada. Amo eles, mas não quero ter a vida que eles tem. Meu avô tem uma paixão por carros, fica vendo o jornal do carro e falando bem da VW. Ele cria vários racionais pra jogar na Mega Sena e ajudar a família inteira. Minhas avós se focam muito em religião. Uma só lê livro espiríta, a outra adora missas as 4as e domingos. Acho que eu sou muito siricutiquenta pra isso. Não consigo ficar com a mente quieta... Talvez com a idade isso venha, alias, meditar é isso, né?! Ficar quieta, mesmo, lá dentro da gente....

"Acho que não tem nada que a gente não consiga fazer". Típica frase clichê de final de ano, de motivação pro próximo ano, mas o que tem de verdadeiro nisso é simplesmente assustador. E não to falando de metas da Comgás, to falando de superações da vida da gente mesmo. De emagrecer, de correr, de acordar cedo, de aprender a comer salada, de parar de fumar, de tentar não falar palavrão, de se recuperar de uma doença... Quem nunca viu isso?!

"A barra subiu em todos os sentidos". Quem não quer mais e mais? Um carro mais novo, férias mais bacanas, menos % de gordura, falar melhor inglês, francês, alemão.... Correr mais rápido, gastar menos, ganhar mais... Tudo isso porque "a gente vive de desafio".

No meio disso tudo rolou "temos que olhar pro que conseguimos fazer". Bingo! Não sei os outros, mas eu adoro me apegar no que não deu certo.... Adoro pensar que poderia ter ido um pouquinho mais, ter dado mais de mim, ter me esforçado. Me cobro tanto... Por que não, só pra variar dar aquela relaxada?!

Vou tentar... Vou parar e pensar nas coisas boas de 2012.... E você, o que conseguiu fazer esse ano?!

Um comentário:

  1. Estava hoje na praia vendo grãozinhos de areia se movimentarem na areia com o vento quando achamos que está tudo parado. O mar está em constante movimento, como diz a música de Lulu Santos :"Nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia.."... Tudo está em constante mudança e nossas vidas não podem ser diferentes. Então fiz justamente o que vc disse, um leve e rápido balanço dee 2011. Terminei um casamento, "perdi" uma casa, uma família, dinheiro, enfim... poderia me apegar a isso... porém também posso pensar que vou passar o Reveillon em um lugar que queria há tanto tempo, passarei um mês na Europa, meus pais me abriram a casa para morar novamente com eles, apesar do espaço restrito, muitas pessoas estão orgulhosas da minha atitude, por ter força e coragem para não ir contra meus valores, meu filho está ótimo apesar da separação, hoje estava pulando na piscina e mergulhando, perdendo o medo da água, enfim... minha vida se transformou muito esse ano, e posso dizer que o balanço foi muito positivo. A perda foi grande, mas a vida segue, com sua movimentação contínua para melhor rearranjo das coisas.
    Um beijão, e um ótimo 2012 para todos nós. Acredito que vc terá muitas mudanças nesse ano, e aproveitará todos os ótimos momentos, tendo um balanço super positivo no final do ano que vem!!!!

    ResponderExcluir