Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Apaixonar-se ou não? Eis a questão

[texto de uma amiga que preferiu não se identificar]

Uma vez um amigo me disse que sou muito coração aberto. Ele se referia a quão fácil eu me apaixonava pelas pessoas. Sim, pelos homens (que ainda são minha preferência) e também pelas pessoas em geral (também sou apaixonada pelas minhas amigas, amigos e família).

No mundo de hoje quem se apaixona, se entrega muito fácil, se machuca mais. Engraçado como as coisas são... Ser verdadeiro e honesto sobre seus sentimentos deveria ser algo "normal", mas hoje o que mais tenho visto são os jogos de amor; estratégias para mostrar para o outro que você não se importa.

Vejo amigas se remoendo pra não escrever uma mensagem para o cara que estão apaixonadas porque entendem que se fazem isso estarão mostrando demais seus sentimentos.
Que coisa doida...

Claro que acho que deve haver reciprocidade, ninguém vai ficar se declarando para alguém que não sente algo ao menos parecido, mas ainda assim percebo esses jogos de amor.

Sou uma pessoa intensa de carteirinha, ainda sonho com o amor espontâneo e verdadeiro apesar de conhecer os dissabores que isso causa.

Tem uma frase do filme O fabuloso destino de Amelie Poulan que me identifico e diz muito sobre o momento atual e meu jeito de ser: "são tempos difíceis para os sonhadores..."


Um comentário:

  1. Ahhhh! Quando 2 pessoas se encontram de verdade, não haverão joguinos, medos e todas essas baboseiras que morremos de medo. quando a alma e a química bate, a intensidade é natural e um "bem"necessário. #SouDestas

    ResponderExcluir