Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

domingo, 6 de março de 2016

Batendo perna em Pinheiros

Das coisas que eu adoro em São Paulo estão as muitas opções de tudo... Pode ser que eu não use nenhuma mas eu adoro as opções, principalmente as bonitas e descoladas... Nesse fim de semana fomos bater perna por pinheiros. Tudo começou com o mercado de Pinheiros que está bem na moda, o Alex Atala está com o seu Instituo Ata em alguns boxes por lá. Além disso, também tem o café Mocotó e uma Cevicheria que estavam bombando de um tanto que desencanamos de pegar a fila. Resolvemos o problema da fominha pré almoço com um picolé de uma fruta que eu não consigo lembrar o nome agora meudeusdocéu! Enfim... vou ter que voltar lá pra depois concluir o que eu achei mesmo desse mercado... No geral tem boxes com tudo que se pode imaginar, 200 tipos de farinha, feijões, frutas secas (inclusive quase tudo mais barato que na Zona Cerealista on line), carnes, peixes, frango, frutas, tudo.

Mercado de Pinheiros
Saindo de lá passamos na Galeria Nacional que como eles mesmos se denominam é uma loja dedicada às novidades do design brasileiro. O vendedor sabe explicar tudo que vende na loja, do nome do artista ao conceito utilizado. No geral nem tenho grana pra esse tipo de coisa mas eu realmente admiro gente bem treinada assim, e não é só pelo treinamento, é a dedicação, o comprometimento com o trabalho. Acho muito legal. O site é esse aqui: Galeria Nacional. Saímos de lá com um cachorro, cachorra na verdade, o Renato está escolhendo o nome ainda.

Como já estávamos na Mateus Grou aproveitamos e fomos conhecer a loja de uma amiga do pilates, a Fabi. A loja dela é a Collector55 que também é uma gracinha! Os itens são todos fofos e eu sempre fico com uma indecisão absurda sobre o que levar e pensando que a casa poderia ter mais paredes pra pendurar tudo que eu queria ter. Claro que saímos com uma sacolinha e o Renato mais hidratado depois de um Heineken gentilmente oferecida pelas meninas. Pra além dessas gentilezas e bonitezas já to sabendo que vai rolar uma oficina de cerâmica por lá, acho que vale a pena seguir no instagram pra saber das novidades. E isso não é publi porque eu não sou ninguém nesse mundo dos blogs rsrs, é porque achei legal mesmo, e porque se for pra indicar alguma loja que seja loja de amigo, né não?!

Bem... e ai foi isso... E se tem uma coisa que é legal pra mim é fazer coisa diferente. Dá uma sensação de aproveitamento do tempo, de aproveitamento de vida. Sei lá... Acho que o dia a dia já é tão quadradinho que caberia numa planilha, e fazer as coisas diferentes fazem bem, mesmo que o diferente seja assim tão simples e fácil de fazer acontecer.

Rua Mateus Grou
Só não almoçamos por lá porque o almoço já estava pronto, porque tem um restaurante bem ali do lado que parece bem gostosinho... Mas vai ficar pra próxima. Aí voltamos pra casa famintos e rapidamente atacamos a banana frita que compramos no Mercado de Pinheiros lá no box do ATA e fomos felizes naquele sábado ensolarado. Um brinde às coisas simples da vida. Ah, as pequenas felicidades!

Inclusive acabei de criar o marcador "Sampa" onde pretendo colocar as minhas dicas de coisas que acho legais por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário