Marcadores

Da Gabi (160) Dos queridos (54) Amor (46) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Filmes (2) Moda (2) Sampa (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Sobre auto-conhecimento, felicidade e exercícios

Saio da academia num domingo às 14:30 sob olhares de estranheza. Cruzo com pessoas que foram almoçar no shopping e dão aquela olhada na minha roupa de ginástica e na minha super garrafa de água. Consigo imaginar o que passa na cabeça delas, que deve ser bem parecido com o que eu pensava há uns anos...

Eu achava que ir a academia todo dia fazia a pessoa ficar seca, nada de gordura (ahammmm). Achava que quem ia a academia aos finais de semana só podia ser neurótico ou que não tinha mais nada pra fazer. Achava musculação chatíssimo, mesmo sem nunca ter feito uma série. E que quem fazia muito exercício com peso ficava monstro de grande.  Achava que gente de academia era fresca e chata.

Mantenho meu ritmo 'devagar e sempre' e assim meu número de calça jeans quase nunca aumenta. Com um orgulho que é só meu sei que aos 34 anos estou melhor que aos 25. Meu percentual de gordura em 2006 era de 28% e em 2015 era de 19%. [Parei pra pegar o relatório da nutricionista que mede com aquela pinça maldita: são 8,9 kgs a menos de gordura e 4,3kg a mais de massa magra]. Caraca dá até uma coisa pensar que tinha quase 2 sacos de arroz a mais de gordura nesse corpo de 1,57m! rsrsrs.

Escuto algumas pessoas falando da minha disciplina e de como sou um exemplo... Já pensei muitas vezes nisso e concluo que não é isso. É auto-conhecimento. Quase egoísmo. Eu sei que isso me faz bem. Eu sei que sou mais feliz quando eu faço o que eu quero, e eu sei que só me arrependo de não fazer exercício, nunca me arrependo de ter feito...  Além de ser parte do que acredito, as tais pequenas felicidades....

Uma pequena felicidade importantíssima pra mim é cuidar de mim. Seja fazendo exercício, seja tomando sol na laje, seja cozinhando uma comida bem natureba, seja tomando um espumante muito gelado numa quinta a noite, seja ficando sozinha. Quando vou a academia cuido de mim, e saber que eu faço isso só pra mim me deixa mais feliz. Soa egoísta, mas me sinto bem.

Sou muito "just do it" pra exercício, vou lá e faço, mas percebi com o tempo que assim eu vou dançando com a minha genética em vez de só brigar com ela. Eu sei de onde eu vim, eu conheço a minha herança corporal.Tenho uma família que ama comer, e eu amo comer. Eu amo glúten e amo lactose. E adoro drinks. E só comemoro com comida, e me recompenso com comida também. Teria de tudo pra ter aumentado aqueles 9kgs de gordura: mais idade, mais problema, mais trabalho, mais stress, mas a minha fuga é parar um tempinho por dia pra mim, pra mim o melhor custo benefício é fazer academia. Just do it.

E hoje nesse domingo como qualquer pessoa normal eu enrolei pra ir. Ponderei que já tinha feito exercício 5 vezes essa semana. Pensei se não seria melhor primeiro almoçar e depois ir. Pensei que o dia estava nublado e bom mesmo seria ler um livro. Olhei o facebook. Pensei que como eu bebi ontem eu não renderia hoje. Olhei o instagram. Me arrependi de não ter ido ao show dos Rolling Stones. Pensei que como o almoço seria macarrão o ideal era ir fazer academia depois, afinal seria um ótimo pré treino. [Pausa pra verdade: essa era uma forma perfeita de eu ir jogando pra frente, pra acabar desistindo e concluir que hoje é domingo e que eu não preciso ser tão neurótica assim. E enquanto isso ia chegando as 17h e academia fecharia e ai não ia ser culpa minha a Body Tech estar fechada. Minha cara isso. Auto-conhecimento é tudo nessa vida]. Olhei o instagram de novo e lá estava o vídeo do bolo que minha mãe fez pro aniversário da minha cunhada. Creme branco, morango e chocolate. Click. Pensei que fazer 40 minutos de musculação ia dar uma ajudada a queimar esse bolo que vou comer depois de matar um hamburger mais tarde. Troquei de roupa, tomei um BCAA e enchi minha garrafa de água.

Quinze minutos pra ir e quinze pra voltar. Quarenta e cinco minutos de treino. Pouco mais de uma hora do meu domingo. De boa total. Volto dirigindo e dançandinho alguma música pop que toca no rádio. Pondero comigo mesma que essa alegriazinha só pode ser coisa dos hormônios gerados pelos exercícios que fazem essa gente de academia. =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário