Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

sábado, 20 de outubro de 2012

Nooooossa, quanto tempo!

Caraca, quanto tempo que a gente não se fala? Uns 6 meses.... Por aí eu acho né...
Nossa, aconteceu tanta coisa nesse tempo...

A reforma acabou e a vida de casados começou. A reforma acabou mas as mini pendências não e por isso o namorado ao invés de sair de férias decentemente ficou resolvendo pendengas tipo TV a cabo, internet, telefone... Problemas de vazamento.... Acompanhar a instalação da TV na parede, vai que aquela bagaça cai no chão, né?! Melhor pagar por esse serviço....

E a vida de casada? Engraçado... Não sei muito bem definir a sensação. Penso sempre que é estranho ir embora da minha mãe (já achei mais estranho), mas não é nada estranho estar aqui... Aqui, nesse apê que vimos pela primeira vez há quase 1 ano. Velhinho, zoadinho, que nos amarrou pelas suas super janelas e cômodos amplos, nesses tempos de super varandas e micro banheiros. Nesse apê que sonhamos tantas coisas e passamos por tantos perrengues, e gastamos tanto dinheiro, e nos estressamos de forma que não dá pra medir. Hoje estar aqui é sim estar em casa, apesar das roupas não estarem todas aqui, e ter muitas coisas espalhadas, e não ter armário e sim araras... É engraçado, as vezes a noite quero me enviesar na cama, e não posso mais. As vezes estou sem coberta, outras vezes levo um "puxão de orelha" porque eu puxei demais a coberta pro meu lado. Apesar disso ter um pezinho ali pra encontrar é no mínimo aconchegante.

Da vida de casada também tem todo o lado de quem sempre morou com a mãe. Sim... Tem que pensar em como direcionar a empregada, o que vai ter pro jantar. E isso implica em fazer compras toda a semana, do contrário ou tudo estraga ou falta tudo.... Toda semana. Toda semana. Sim, toda semana! Sim, é um saco. É a parte da vida de gente grande.

Tem ainda as adaptações na casa. Definir o melhor local pras coisas. Não alcanço a maioria dos armários da cozinha... Tenho sempre um banquinho por perto e fico pensando que preciso mudar a ordem das coisas. Não está muito prático, sabe?! Tem meus quadrinhos de fotos, que vão virar "nossos quadrinhos de fotos" e que ainda estão espalhados pelo chão, encostadinhos na parede, tipo aqueles lofts cool... Totalmente por falta de opção/tempo.

Tem a vontade de receber todos os amigos de uma vez só, massss, o espaço é pequeno, e ai teríamos que distribuir as pessoas sentadas nos banheiros, rs rs... Por turmas pequenas todos vão conhecer a casinha!

Também mudei de trabalho, e fiz mais um ano de vida, mas isso fica pra outra hora....  Só digo que tudo que era conforto virou de cabeça pra baixo, mas mesmo assim é bem legal!

Vamos nos falando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário