Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Do luxo ao lixo, ou do lixo ao luxo, ou tudo ao mesmo tempo agora

Hoje indo pro trabalho eu me deparei com uma mulher fazendo cocô no meio da rua! Sim, isso mesmo, cocô, número dois, defecando, cagando... Ela estava lá, agachada, no meio do trânsito e do caos do Brás... Agachadinha numa mini ilha ao lado de um farol de pedestres.... O trânsito daquele jeito que SP conhece e ela lá, sem uma moita, sem ter onde se esconder, e vai saber se queria se esconder....

Pra mim foi um choque! Mesmo, primeiro fiquei revoltada, passada, enojada... Como se a tal mulher estivesse adoraaaaando estar ali, como se ela tivesse escolhido aquele banheiro. Me impressiono como pode ter tanta, mas tanta, mas taaaaannnnta desigualdade.

São Paulo é desses lugares onde a gente encontra mistura de estilos, de culturas, de classes sociais... Mas tem alguns lugares que isso grita tão alto que a gente fica surdo... Toda vez que vou ao Brás sinto isso. As pessoas não se chocam mais com gente fazendo cocô na rua, não acham estranho ter que ficar em pânico no carro prestando atenção em tudo, já que ali é normal ter um monte de dependente de crack querendo dinheiro (o seu!!). É normal gente pedindo, carregando coisas.... Ai a tonta aqui fica com dó quando um cara no farol pede dinheiro pra comer.... Ofereci a minha fruta e o bonito não quis.... Não dá pra explicar a sensação que eu tenho toda vez que passo por isso....

No mesmo dia a tarde passei pela Oscar Freire.... Parece outra cidade, e olha que nem é tão distante assim. Aquelas lojas lindas, as pessoas estilosas, magras, altas e bronzeadas. E pra andar naquela rua? Até o trânsito é mais chique por lá. Caos, mas caos bonito, com carrões e ar condicionado....

Hoje to com a sensação de querer mudar de cidade, de país... Fugir do luxo e do lixo e viver na média onde se pode andar de bolsa na rua, onde não é preciso ter carro blindado, alias, onde nem é preciso ter carro porque existe transporte público decente.... Queria não perder metade do meu dia em trânsito, e poder comer uma refeição a um preço decente. Queria não pensar, não saber, não admitir que tem uma mulher fazendo cocô ao lado da faixa de pedestre porque ela não tem nem um vaso sanitário.... Deprimente!!!

2 comentários:

  1. Concordo plenamente... O pior de tudo isso é justamente como a gente pode se acostumar e achar normal essa desigualdade! Não sou socialista, mas num país como o nosso, o pior é a corrupção... Essa mulher aí, no meio da rua (sem um banheiro publico) e os deputados e senadores com mais 10 dias de folga pro carnaval... Todo aquele lugar largadp às moscas.... E o povo na rua, sem um simples banheiro para usar...

    ResponderExcluir
  2. Sei q é tudo muito complicado, morei alguns anos em Sampa e carrego esta cidade em meu coração, lamento muito em perceber q SP é um mini retrato do resto de nosso país. Temos q reinvidicar, exigir das autoridades q colocamos no poder mais educação e estrutura física para q o povo possa viver c o minimo de dignidade.

    ResponderExcluir