Marcadores

Da Gabi (160) Dos queridos (54) Amor (46) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Filmes (2) Moda (2) Sampa (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

quarta-feira, 8 de março de 2017

É nossa responsabilidade sim!

Dia 08 de março sempre foi um dia agradável pra mim. Meu pai sempre nos presentou - a mim, minha mãe e irmã - com flores, ou saíamos pra jantar, ou algo especial por ser o dia internacional da mulher. Nos dias mais empolgados ele chegava até a ligar pra mulherada da família. Eu sempre achei isso muito legal.

Meu pai, filho da minha avó que sempre trabalhou pra dar conta de cuidar de 4 filhos. Meu pai, filho do meu avô que sempre lavou a louça, ou que preparava o café da manhã, ou que já ia amassando a batata pra minha avó fazer o nhoque. Meu avô trabalhava fora e sempre foi um homem da casa. Minha avó trabalhava fora e sempre foi uma mulher da casa.

Exemplo sempre foi o melhor caminho pra formar alguém.

Hoje é de novo dia 8 de março e num mundo onde escuto das mulheres que os maridos as "ajudam" em casa também escuto que o dia internacional da mulher é mais uma forma de machismo (!!!).

Acho um saco essa mania de ficar criando polêmica pra tudo - essa de dizer que o dia internacional da mulher é machismo, por exemplo - quando na verdade só não sabe quem não quer [se informar] que as mulheres estudam mais que os homens, trabalham mais e ganham menos, assumem as atividades da casa numa jornada tripla de trabalho. Isso não é se vitimizar, isso é um fato.

São as mulheres quem correm com os filhos pro hospital quando eles estão doentes e se viram pra explicar pro chefe que criança tem febre de forma imprevisível. As mulheres ocupam menos cargos de liderança. São as mulheres que tem mais dificuldade de encontrar emprego porque, 'você sabe né, mulher engravida'. E pode até ser que isso não aconteça ao seu redor, ou pode até ser que você apenas ache que isso não acontece com você, mas todo mundo sabe [ou apenas aqueles que olham a sua volta] que o mundo não é o nosso umbiguinho. Sabemos bem que SP não é Brasil, sabemos bem que não temos problemas reais quando comparado a maioria desse mundão.

Que nesse 8 de março a gente saiba que os elogios que recebemos pelo dia internacional da mulher refletem o caminho de muita gente que já lutou pela igualdade, mas que tem muito ainda pra ser feito. E que a gente tenha sempre em mente que somos responsáveis pelas pessoas que somos, pelos comentários que velamos, pelas respostas que calamos, e principalmente, pelos meninos e meninas que educamos ou educaremos.



Foto: tirei de uma matéria do O Globo, que mostra NYC nesse dia internacional da mulher. Link:
http://oglobo.globo.com/economia/dia-da-mulher-menina-destemida-colocada-junto-touro-de-wall-street-21029137

Nenhum comentário:

Postar um comentário