Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

domingo, 8 de junho de 2014

Pra relativizar….

"Gá, cheguei em Santos. O vovô tirou a traqueo!"

(…)

"Pai nosso que estais no céu… Ave Maria cheia de graça… 'Deus, cuida dos meus avós Lauro, Faustina, Dora. Da minha mãe, dos meus irmãos, do meu marido e de mim. Amém'"

(…)

"o vovô tirou a traqueo!"

Foi como um sonho virando realidade. Por muitas noites eu pedi pra Deus pra que meu avô pudesse finalmente voltar a comer alguma coisa. Pedi, pedi, pedi. Quase fiz promessa. Pedi… Desisti de pedir por isso exatamente, apesar de ser um sonho dentro de mim. Um sonho que aconteceu. Passei a pedir que simplesmente cuidasse da gente.

Persistência de 1 ano e 3 meses do meu avô. Sem falar, sem comer, sem tanta coisa. E como não achar que a vida é mais simples? E como não agradecer a Deus por tudo que temos. Pelo gostinho bom da comida, pela água quentinha do banho, pelo abraço gostoso do vovô que saiu daquela cirurgia vivo, diferente do que entrou, mas vivo? Como não ficar feliz com o cheirinho de amaciante no travesseiro, ou quando o ônibus chega rápido no ponto. Quando o dia amanhece azul e os faróis do caminho estão todos abertos.

Não agradeço o AVC do meu avô, seria muito hipócrita da minha parte, mas admito que aprendi muito. Muitíssimo. Aprendi o que realmente importa. Ainda me irrito com o que não importa. Gasto energia com o que não precisa, mas definitivamente me abasteço lá em baixo… Com o abraço gostoso do avô novo, e o olhar carinhoso da vovó de sempre.

Deus, cuida dos meus avós, da minha mãe, dos meus irmãos, do meu marido e de mim. Amém. 

2 comentários:

  1. Sua amiga aqui tá chorando....... Texto lindo, Gabi!

    ResponderExcluir
  2. Amém, muito feliz com a notícia Gabi, O Wilsinho tinha falado que isto estava para acontecer.Um grande beijo no coração alegre de todos vcs, e , se me permite, nunca desista de conversar e pedir a Deus, sabe, é o que o tempo dele é diferente do nosso.Temos que aprender mesmo na dor!!!! Fiquem com Deus .Cacá

    ResponderExcluir