Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

terça-feira, 9 de julho de 2013

Pink Floyd + Mattosinho

Eu sempre sei quando tem a hora certa pra escrever as coisas... As pessoas me cobram.... Mas tenho a hora certa, passou um pouquinho, se tivesse parado naquela hora, naquele minuto o texto ficaria mais legal, mas não deu.... É feriado em SP amanhã e eu estava trabalhando em casa na ponte.... E o Re assistia a TV e viu que passava um documentário sobre o Pink Floyd na TV.... Deixou lá pra eu ver... Apesar de ser menina não conseguia trabalhar e prestar atenção naquele inglês britânico.... A banda ganhou... Isso me prejudicou e amanhã eu acabo o trabalho....

Rogerio Aguas... Brincadeirinhas que eu faço....
Vendo isso e com o skype on line conversei com o Mattosinho, que já tinha me chamado, e eu já tnha dito que não dava pra falar aquela hora.... Mas, naquele momento eu falei "ou se vc curte Pink Floyd põe no 524 da NET"..... Ele respondeu que onde estava não podia ver porque não tinha NET.... Contou que tinha ido a todos os shows do Roger Waters.... Eu falando que preferia do Gilmour... Mas que fui ao último do Roger Waters e chorei.... Pink Floyd tem muito da minha vida, dos homens que eu amo e que são relevantes na minha vida.


Quando começou a falar sobre Wish you were here eu parei tudo e tirei foto da TV, a doida.... Montei, pus no facebook, ele curtiu... Notei que em uma das fotos o antigo prédio dele refletia na minha TV pelo vidro da janela.... E ele disse algo do gênero "sua vizinhança perdeu muito charme".... Kkkkk! Esse é o Mattosinho! Simples assim!

Tudo começou quando eu contei pro Luis Flavio - amigo de anos - que trabalharia na Renova, e o Luis coincidentemente ja havia feito um projeto lá e conhecia a figura. Ja me falou pra chegar e falar com ele, que eu era amiga dele, etc e tal... E eu que também não sou assim um poço de vergonha fui mesmo. Pedi ajuda mesmo. Perguntei mesmo. E lembro que pedia "por favor, sou amiga do Luis"....

Com ele os papos são como quando os amigos homens também acham que você é homem. Alguém que uma sexta a noite explica na sala da diretoria o que é CMP pra uma mulher definitivamente não assim um lord...

Nervosinho no facebook... Chama de cretino, canalha, o PT vai ladeira abaixo.... Morro de rir, e por isso até leio o que ele coloca, pela emoção envolvida, gosto de gente com emoção, com vida!

Um dia o vi na correndo no bairro... Dei um berro pela janela... ele nem tchum pra mim...  Ok, ouvindo música.....

Mattosinho, desses caras que entra no skype e pergunta se "não é uma boa hora pra responder o email que ele deixou de despedida"... Ou que entre uma conversa fiada e outra me disse num dia que ia virar a noite no hospital com meu avô que estava internado "vai lá e enche o velho de orgulho". Se não me engano foi nessa noite que passei a noite em claro com ele, meu avô - obviamente - só fazendo cafuné e falando baixinho, e no dia seguinte meu avô expressou ao médico, como ele podia se comunicar, que eu tinha cuidado muito bem dele...

Desses que quer viver intensamente.... E desses que escreveu um email de despedida que me emocionou e que fez uma analogia muito legal no seu último ou penúltimo dia... "Sabe quando você vai terminar um namoro mas ainda gosta da garota?" Se referindo a sua saída da Renova a caminho de uma fase que certamente será sensacional na vida dele.... Achei bonito.

Hoje ele me contou que admirava muito o Roger Waters... Quando o Roger falou sobre Wish you were here, disse que ao compor essa música ele buscava pra ele algo que sempre o impulsionasse, e o Gilmour já tinha mencionado essa qualidade dele. O Mattosinho me fez prestar mais atenção no Waters - isso por si só já demonstra a credibilidade que ele tem pra mim, que falou que prefere sempre fazer o teste do ator coadjuvante à ficar preso numa jaula.... Que quando faz alguma coisa ele tenta pensar o que o pai dele pensaria, se aprovaria ou não.... Morri??? Será????
E como eu prefiro o Gilmour....

Era pra ser sobre o Paulo Mattosinho Neto. Foi sobre ele, foi sobre mim, foi sobre a minha vida, sobre o pedaço de vida que vivemos juntos e um outro pedaço que eu sequer sabia que existia.... Taí a sua resposta Mattosinho, e sim, você vai fazer falta! E sim, agora já não vou mais andar na Indiana prestando atenção pra ver se te encontro de bobeira....

Felicidades sempre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário