Marcadores

Da Gabi (160) Dos queridos (54) Amor (46) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Filmes (2) Moda (2) Sampa (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Nossa história de amor! Bi + Vovô Lauro

Natal de 2012
Esse amor começou pra ele lá por maio de 1981, quando meus pais logo depois de casarem contaram pra família que minha mãe estava grávida de mim. Pra mim começou no dia 05 de outubro do mesmo ano, dia que vim ao mundo e imagino que a primeira vez que tive contato com o homem que permaneceu por mais tempo e com uma intensidade muito grande na minha vida.
Hoje é aniversário do meu vô Lauro, ou vovô Lauro como falamos em casa. Não é desmerecendo nenhum dos outros homens da minha vida, mas esse seu Lauro definitivamente mexe comigo de uma forma que não sei explicar. De outubro de 1981 pra cá foram tantas coisas vividas que enumerar é impossível e não listar também seria uma sacanagem, mesmo sabendo que vou deixar passar muitas coisas.... 
Nesses 31 anos juntos não houve aniversário em que não nos falássemos, ou festa sem ele, sem e a minha avó é claro, que sempre esteve junto com ele. Até pra Manaus eles foram, meu avô enfrentou o avião e lá chegou pros meus 15 anos com o presentinho singelo que ele fez questão de dar igual pra todas as netas, o tal anel de brilhantes com o par de brincos. Sempre dizendo que o presente era da vovó.... Sempre tendo certeza que tudo foi igual pra todas as netas. Casos engraçados sobre todos terem o mesmo não faltam, como o anel de pérola que eu acabei ganhando deles porque a Rafa havia ganhado um de presente de batizado, e onde já se viu eu não ter um igual, não é mesmo?! Também teve um macaco que uma vez a Rafa ganhou e eu não tinha... Meu avô revirou SP pra achar, era um desses brinquedos da moda, mas se uma tem a outra tem que ter também! Sensacional. 
E foi a primeira bicicleta, aprender a ver horas, ver a lição de casa, contar história da infância dele quando dormíamos no mesmo quarto, cuidar da gente quando nossos pais estavam fora, passar férias em Santos, carnaval na matinê em Anastácio... Ajudar pra comprar o carro e negociar a primeira troca de pneus. E os mimos continuam pra sempre, independente da idade. Até a última vez que fui pra Santos eu fui pra praia e ele foi me buscar de carro depois. Obviamente não existe nem pensar em pagar a conta quando ele está por perto, e não tente discutir porque vai dar briga!  
Nesses 31 anos juntos foram muitos momentos bons e difíceis. Sempre prefiro ficar com os bons, mas tenho a maior gratidão do mundo pelos difíceis em que ele esteve do meu lado e do lado da família toda. Tenho certeza que tudo que foi feito foi de coração e não por obrigação. Hoje eu consigo entender quando ele ficava preocupado sem dormir porque sabia que alguém estava com problema... Me pego acordada as 3h da manhã olhando o celular pra ver se não tem nenhuma mensagem, e não consigo estar completamente feliz sabendo que ele não está no seu melhor, ou imaginando que ele pode estar sofrendo. Enfim entendi o que é viver por alguém... Pena eu ter descoberto isso só com esse quadro de saúde que ele está vivendo. 
Certeza que eu escreveria uma linda declaração de amor se nada disso tivesse acontecido porque afinal de contas sim eu sou apaixonada por ele, como ele é por mim, e por todos da família – e eu prefiro acreditar que mais por mim, mas é besteira, eu sei.... Mas eu faria isso de outra forma, estaria com a cabeça a mil pensando na festa que certamente aconteceria no final de semana se a vida não tivesse pregado essa peça em todos nós. 
Me arrependo por não ter dito, colocado pra fora em palavras sonoras tudo isso que escrevi aqui. Ele sabe disso tudo, mas não ouviu isso tudo de mim, e mesmo que escute hoje a consciência não é a mesma de antes.... De qualquer forma eu tenho certeza que ele está dando o seu melhor pra nos mostrar o quanto é família, o quanto fica feliz por estarmos juntos, e o quanto ele vive por nós. No final das contas a essência dele é a mesma, desde 1981, o mesmo coração grande, que mima, que sabe a hora certa de abraçar e que tem aquele olhar doce que só o Gatão sabe ter!
Feliz aniversário pro vovô Lauro que hoje faz 80 aninhos e nos presenteia com o seu máximo a cada dia!

5 comentários:

  1. Lindo!!!
    Rezarei por ele mais especial ainda no dia de hoje!

    Aline

    ResponderExcluir
  2. Que linda a sua dedicação por esse homem tao maravilhoso!! ele é demais em todos os sentidos!! ontem estive lá.. nao sei se vc soube!! achei ele mais consciente.. ja cheguei chegando.. desamarrei ele da cama.. aquila me incomoda.. e pedi p sua vo por o oculos.. rs.. ela da risada com os meus siricuticos.. nao mandei mensagem pois estou sem celular desde terça;; fui roubada.. rs!! mas ahcei ele com uma carinha otima.. e bem consciente!! cantei parabens!! rs.. ai como doi ver ele assim.. como é dificil!! mas ele esta melhorando e dando o melhor dele.. a cada dia!! bj bj bj

    ResponderExcluir
  3. que lindo! maravilhoso! que dedicação gostosa por esse Gatão!bjÃO

    ResponderExcluir
  4. Que mensagem linda Gaby! Hoje por mera coincidência encontrei o seu blog e fiquei encantada com esse "diário Virtual" se é que posso assim denominar. Admirido as famílias unidas e repletas de amor como a sua. Eu não tive a oportinudade de conhecer meu avô materno, ele se foi bem antes mesmo de eu saber que viria a este mundo. Mas, tenho por perto meu avô paterno, o "Ed" do qual tenho grande carinho e admiração. Minhas felicitações ao seu avô (mesmo atrasada), que Deus lhe conceda muita saúde para viver muitos anos entre os seus entes queridos.

    Um abraço, Nohara.

    ResponderExcluir
  5. Bi, embora vc não tenha dito ele sempre soube. E sabe. Mas agora que aprendeu que é bom falar, não perca tempo economizando afeto verbal. Verbalize. A vida é curta - e rara! Beijos

    ResponderExcluir