Marcadores

Da Gabi (161) Dos queridos (54) Amor (47) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Sampa (3) Filmes (2) Moda (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

"Viver a vida e não deixar que a vida, simplesmente, nos viva"

Como tenho me sentido assim ultimamente... E não sei quanto tempo é esse ultimamente. me sinto consumida. Sério... E tenho a nítida sensação de que muita gente em volta se sente assim.... Numa mistura de sentimentos e de coisas que leio, escuto, percebo fico tentando entender o que acontece... Mas não consigo....

Parece que existe um imenso abismo entre algumas pessoas, ou seria somente a grama do vizinho mais verde que a nossa?

Nessa vida de mulher 'recém casada' sempre me perguntam "e como está a vida de casada?" Eu costumo ser positiva e sempre digo que está tudo bem, que ainda nos faltam alguns armários, mas que a vida é assim mesmo.... Mas a resposta certa não é essa - tirando a parte dos armários. A verdade é que a vida de casada é uma vida em que eu vejo menos o meu namorado do que via quando não morávamos na mesma casa!

A verdade é que minha vida se resume a trabalho, obrigações sociais e familiares, academia e terapia. Obrigada meu Deus por me dar condição de financeiramente me dar esses dois últimos mimos. Acordo querendo dormir mais e vou dormir querendo ter ido pra cama mais cedo. Olho pro meu criado mudo e a pilha de livros por terminar é gigante. Entro no quarto da bagunça - onde estão as araras e as bagunças - e vejo que parece que aquilo não tem e nunca terá fim.

Eu e o Re raramente temos os nossos momentos. Sempre tem algum compromisso. Algum almoço na mãe de alguém, um aniversário, um casamento, alguém que recebemos aqui - e adoramos, mas a gente não tem a gente. Como falei no post do Sex and the city.

Obrigada academia por eu poder gastar minha energia física em você e você me encher de serotonina pra aguentar o resto da tarde. Obrigada Letícia por me ouvir tão cedinho de manhã e tentar me puxar pra um lado mais leve que deve estar em mim em algum lugar.

Ouvindo uma palestra na Seara Bendita, centro espírita que frequento não assim com tanta frequencia, ouvi algo sobre a nossa luz. Como a falta de luz (energia) nos incomoda, e pra bom entendedor meia palavra basta, e a luz da gente? E a luz de quem está em volta da gente? Cadê? Cadê essa luz que faz a gente brilhar junto, que enche a gente de vontade? Aqui não vale brigadeiro, nem capuccino da kopenhagen. Quero saber cadê a luz que me faz sair da cama? Cadê a luz que TE faz sair da cama? Cade a luz da galera que é pra estar com a gente o tempo todo? Se o escuro é ausência de luz posso concluir que talvez minha luz seja sugada por pessoas assim meio "arandelas"?

Eu pulo cedo da cama por um bom dia de sol, principalmente se eu estiver usando biquini. Eu pulo cedo da cama ficar mais bonita, mas só se não tiver outra opção, eu me empolgo sim com um bom show, e quando faço uma comida animal, chego até a conversar com ela - sim a comida!.... Mas ultimamente vou dizer que os momentos de euforia estão diminuindo....

Olhando a grama do vizinho, não tão vizinho assim, parece que tudo é mais simples. Que no interior se tem mais qualidade de vida, que quem ganha mais tem mais conforto e por assim dizer alguma felicidade a mais, e que os aposentados podem passar o dia assistindo GNT. Aí eu vejo meus avôs aposentados... Não sei se queria... Mas vejo, ai sim na grama bem do meu vizinho a mulherada na academia chegando pra aula de dança às 14h, enquanto eu engulo um salgado pra chegar na hora pra reunião. Sim, eu malho no almoço! De manhã a cama ganha, de noite a volta pra casa ganha, esse é o meu tempo pra mim. Enquanto me troco correndo, passo o secador na franja pra não chegar tão zoada, e dou uma fingida que hidrato a pele elas estão contando sobre a última viagem, ou sobre um novo tratamento estético, ou sobre a escolinha dos filhos, ou sei lá o que, mas de certo não estão falando como a vida as estão consumindo, às estão vivendo. Naqueles corpos bronzeados pelo litoral norte e eventualmente sarados parece que tudo é só felicidade.

Pode-se dizer que isso é viver a vida? Não sei! Não sei mesmo! A frase que deu o título a esse texto saiu do livro "Felicidade o Deus nosso de cada dia" do Alfredo Assumpção. Se esse cara é muito pra cima eu não sei, mas aparentemente ele vive a vida. Ele fala tanto de viver a felicidade, de buscar a felicidade, que parece que cada vez me perco mais.... Que não vou conseguir... De toda forma recomendo o livro, afinal, o cara tem uma bela história, apesar (e fundamental no caso) do tema principal não ser ele.

Enfim...

Momento desabafo.... Momento procura... Momento TPM... Momento ócio.... Meu momento agora.


3 comentários:

  1. Gostei!!
    Ando exatamente nestas mesmas crises, apesar de ter minha vida diferente da sua, a cada dia me sinto mais e mais sobrecarregada e mais endividada no "livro da vida".
    Aline

    ResponderExcluir
  2. Querida prima.
    Essa sua busca não é só sua. Divido com voce essa aflição.
    Muitos buscam (uns 5% dos 7 bilhões de humanos vivos) - numero aleatorio, ate otimista.
    Isso, porque a maioria realmente se contenta em REAGIR aos impulsos externos, aos condicionamentos da vida.
    Querer escapar é o primeiro passo. E encontrar o que se busca é um processo longo e dolorido. Em outras palavras, mais "bem ditas": "a porta é estreira" (Mt 7,6.12-14).
    A diferença é que voce se destaca ao demonstrar coragem para testemunhar e portanto dividir conosco os obstaculos que tem encontrado ao longo da sua busca. Isso é de muito valor! Ao trazer para a consciencia o incomodo dessa "prisão" esta construindo a possibilidade de "escapar". ;-)
    Vamos em frente! Juntos!!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Gabi, passei por aqui e lí algumas postagens suas... gostei, acho vc uma pessoa bastante profunda em seus sentimentos, parece-me em q vc está constantemente em busca de um caminho, algo que realmente seja verdadeiro, te complete, tenha sentido e valor.. eu vim aqui pra te indicar o caminho da Pedra -> Jesus Cristo!!! Porque nele habita corporalmente toda a PLENITUDE da divindade (Colossenses 2:9), Ele tem muitas benções pra te dar, dentre elas as melhores e eternas: a Salvação, vida em abundância e o Seu Espírito Santo! Uma vez que você aceitá-Lo como seu Senhor e Salvador irá ganhar a carta de alforria que te prende neste mundo passageiro, superficial e a beira do cáos! Não quero nem tocar no assunto de religião, porque sinceramente Ele muito Superior a tudo aquilo que possa ter aqui. Leia Bíblia, faça oração, pois assim vc certamente encontrará Aquele que te levará um dia de volta pra Casa do Pai!!! Um super Beijo e fica na Paz que em só Nele há!!! Ana Paula Godoy.

    ResponderExcluir