Marcadores

Da Gabi (160) Dos queridos (54) Amor (46) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Filmes (2) Moda (2) Sampa (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Sem enxergar nada....


Primeira vez na minha vida que dilatei a pupila, e que fique claro que não é a primeira vez que vou ao oftalmologista.

Minha família é conhecida pelos 4 olhos, todo mundo! Uma avó já fez transplante, a outra operou a catarata, minha mãe era estrábica, meu pai usava óculos, meus dois avôs também... Alias, só lembrando de uma pérola da minha avó Faustina... Ela sempre usou óculos, desde criança, então nunca quis operar, mas aí, por causa da tal catarata, que parece que dá por causa da idade, ela teve que operar, e colocar um lente, lente essa que fez com que ela não precisasse mais de óculos. Ela já saiu da sala enxergando tão bem que comentou com o meu avô: “nossa Lauro, como você está enrugado Bem!!” Ainda bem que ela não se olhou no espelho antes, né?! Rs rs.

Enfim, dilatei a pupila, porque eu estou vendo umas coisinhas caindo, não, não estou usando drogas.... Segundo a médica essas coisinhas que eu vejo caindo são em função da idade – não é legal ouvir isso sério.... Ela até disse que era tipo ruga, cabelo branco, coisas igualmente chatas de se ouvir... Mas vamos que vamos, pra analisar essa budega na gelatina do olho tem que dilatar. Pinga o colírio uma vez... Arde, mas tudo bem, estava até na recepção lendo a contigo do mês retrasado... Ai pinga de novo, começou a embaçar e mandei uma mensagem avisando a chefe... Pinga pela última vez, não consegui ler a resposta da chefe.

Exame feito, realmente tudo normal comigo, é só uma questão de idade mesmo. Vou precisar trocar de óculos, que era o que eu realmente queria, uma receita nova pra ter um bom motivo pra comprar uma armação nova, a minha já está meio caidinha, fora de moda... Bom peguei a minha receita e o meu atestado dizendo que não era pra eu trabalhar por hoje. Não sabia o que era a receita e o que era o atestado de tanto que o mundo estava embaçado pra mim. Voltei andando, maior sol do Brasil, e eu não enxergando nada. Cheguei na frente do prédio, encontrei um amigo fumando e falei “por favor, você pode ler essa mensagem pra mim?!”... Era a chefe, dizendo “ok gabi bj”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário