Marcadores

Da Gabi (160) Dos queridos (54) Amor (46) Por aí (35) Dicas (28) Família (28) Comidas (18) Viagem (16) Chatices (15) Esportes (13) Trabalho (12) Livros (9) Música (9) Crianças (5) Filmes (2) Moda (2) Sampa (2) PequenasFelicidades (1)

Instagram

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

"Eu to voltando pra casa...."

Eu estava fazendo um post rápido pro Pequenas Felicidades quando minha mente começou a pensar mais no assunto....
Meu corpo está cansado, dois dias seguidos acordando ainda de noite, e isso não me faz bem, apesar de eu saber que a maioria do povo desse país tem que fazer isso pra ir pro trabalho, ralar o dia todo, ter forças pra estudar a noite, e só ir dormir de madrugada de novo...
Aí fiquei pensando em como eu tenho sorte, apesar de tudo... Porque hoje definitivamente eu fiquei com medo de SP... Cara, essa cidade é um monstro! Simples assim... Voltando de uma reunião em Campinas chegamos aqui naquele horário delicioso das 18h... A Carol deixou a gente (eu e a Re) na ponte do Piqueri, na base da PM, porque não ficaríamos em qualquer lugar, né? Vai que... Aí ligamos pro nosso super taxi... Tempo médio de espera 10 minutos. Super ok!
Cara, alguém já parou pra ficar prestando atenção naquela marginal Tietê? Acho que é Tietê ali... Jesus na Cruz... Coisa feia... Um vai e vem.... Um medo – mesmo estando na base da PM. Ali param fretados, taxis, Airport Service, gente que vai buscar alguém, tem uma filona de táxis, tem o moço que vende as cocadas, tem um barulho infernal de trânsito... Tem uma poluição feia... É cinza... É feio e ponto final! Não consigo ver beleza naquilo... Só se for na mistura, mas uma mistura em que não consigo me inserir, sabe?
Sempre fico pensando que eu adoro SP, que em SP tem tudo, etc e tal... Mas vou dizer que o dia em Campinas foi agradável e que eu gosto mesmo é de parte de SP, parte de sua bagunça, parte da sua mistura.... Gosto da sua culinária abundante, das milhares de opções – q não uso nem 1% certeza – gosto do poder de ter, mas não usufruo... Enfim...
Tudo isso foram devaneios, porque o objetivo do post mesmo foi pra dizer como é bom chegar em casa. Como é bom ter um canto onde a gente se sente bem... Tirar o sapato... Se jogar no sofá e ver o Jornal Nacional... Ter a sopinha quentinha com a pimenta do reino moída na hora.... Ter a minha caminha com o meu note velhinho esquentando as minhas pernas, sem contar no meu banho mega quente que tomei graças ao meu super gás natural da empresa que eu trabalho – ok, puxei demais o saco agora, né?! Mas amo banho e banho quente com óleo de pitanga eu amo mais ainda.... Então é isso, chegar em casa são muitas pequenas felicidades juntas!
Adoro!

Pra eu ver o seu comentário aqui no blog, clicar em comentário, depois de digitar clicar em visualizar e escrever as letrinhas embaralhadas pra não acharem que você é a Naomi robô!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário